1_kane_site.png

          

Procedimentos de Trabalho de um Assistente de Câmera - Parte 3

Do Livro "Professional Cameraman Handbook", de Sylvia e Verne Carlson
Tradução de Rodolfo Ancona Lopez


PARTE 3 - FINAL DE UM DIA DE FILMAGEM


Ao final de um dia de filmagens, o Assistente de Câmera deve realizar um último teste de pêlo, rodar uma quantidade ulterior de negativo (normalmente 5 pés em câmeras 16mm e 10 pés em câmeras 35mm), para dentro do lado "exposto" do chassis para se certificar de que o último plano rodado não sofrerá velação ao ser desarmado da câmera ou grampeado à tira líder do máquina reveladora no laboratório.

 

O Assistente de Câmera deve então procurar saber do Diretor de Fotografia e do Operador de Câmera se não há nenhuma requisicão extraordinária de material e acessórios para os trabalhos do próximo dia. Caso haja, o Assistente deverá requisitar junto ao Departamento de Câmera, ou ao Diretor de Produção. O Assistente deve também conferir os boletins (etiquetas e embalagens) junto com o Técnico de Som e com o Continuista. O Assistente então descarrega e desmonta a câmera e a guarda nas malas apropriadas.

No quarto escuro, o Assistente descarrega os rolos de negativos dos chassis, os enlata e os prepara para o envio ao laboratório (em muitos casos será o próprio Assistente a levar o material pessoalmente ao laboratório de revelação). Os chassis podem então ser recarregados para o próximo dia de filmagem, se necessário.

Um inventário atualizado do negativo virgem deve então ser preparado (incluindo o negativo novo que foi carregado nos chassis) e entregue ao Diretor de Produção.
Todas as malas de câmera devem retornar ao Departamento de Câmera e/ou guardadas no quarto escuro.

Invariavelmente, o Assistente de Câmera será a última pessoa a deixar o trabalho e, ao atravessar o set de filmagens no escuro, ele pode se imaginar como a primeira pessoa a chegar ali na manhã seguinte - e reiniciando todo o procedimento novamente.